Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

30.3.15

Momentum: "Carpe diem" (1 187)


Substituir importações por quebra drástica do consumo interno, em vez de as substituir por exportações; ou substituir o desemprego pelo incentivo ao abandono, e consequente redução, da população activa, em vez da criação de emprego; ou comprar dívida para pôr nos cofres a taxas de juro negativas, não são grandes reformas estruturais e não vão fomentar o crescimento económico.

Etiquetas: