Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

3.5.15

Momentum: "Carpe diem" (1 203)


A 21 de Setembro de 2014, os jornais nacionais davam conta de uma greve de pilotos da Air France que seria prolongada por mais quatro dias. Greve essa que tinha começado a 15 de Setembro e iria assim a caminho dos dez dias. Pretendiam os pilotos contestar o plano de reestruturação da empresa subsidiária low-cost Transavia. O plano projectava o aumento da frota de 50 para 150 aviões, cortes de custos em França e a deslocalização. No dia 20 de Setembro tinham sido cancelados 55% dos voos e, para esse dia 21, a previsão era de 62% de voos cancelados. A companhia estimava que cada dia de greve representava um prejuízo ente dez a quinze milhões de euros. As acções da Air France foram fortemente castigadas em bolsa, desde o início da greve caíam 5,7%.

Etiquetas: