Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

13.6.15

Momentum: "Carpe diem" (1 218)


Se o negócio operacional da TAP deu sempre lucros nos últimos anos e desde há dezoito anos que não recebia transferências do OE, teria sido possível vender o negócio da manutenção do Brasil da SGPS, que se revelou ruinoso? E teriam sido suficientes os resultados operacionais positivos da SA para investir na renovação da frota?

Etiquetas: