Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

20.7.15

Momentum: "Carpe diem" (1 224)


Assim como, no passado, se criticou as soluções extremadas, o maniqueísmo, o preto e branco, a razão que pode estar algures no meio, critica-se agora as meias tintas, a responsabilidade que, ainda que repartida, é sempre maior de um lado. Do lado do mais forte.

Etiquetas: