Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

19.12.15

Momentum: "Carpe diem" (1 249)


Aquilo que era a grande força de José Mourinho, a defesa incansável dos seus jogadores, foi o que o traiu, ao acusá-los desmesuradamente pelo seu fracasso. A forma intolerante, intempestiva, desproporcionada e arrogante como tratou a carismática médica, Eva Carneiro, foi a gota de água. Mais uma vez, não se deve encostar ninguém entre a espada e a parede porque um dia esse alguém escolhe. E a situação torna-se descontrolada para todas as partes. Também no futebol é preciso cultura de compromisso, negociação e cedência. Mesmo o mais fraco numa relação desigual terá sempre algo a oferecer ao que está numa posição negocial mais forte. Não há super homens e Mourinho quase ía alcançando mais um recorde ao colocar o Chelsea na Championship. Vamos agora observar o ressentimento do happy one que já foi special.

Etiquetas: