Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

16.1.16

Momentum: "Carpe diem" (1 252)


Hoje, há vinte e cinco anos (1991), depois de uma intensa campanha de bombardeamentos aéreos, relatada ao pormenor em todos os jornais portugueses, no seguimento da invasão do Kuweit pelo Iraque de Saddam Hussein, a 1 de Agosto de 1990, foi necessário colocar "botas no terreno" com uma coligação de cento e cinquenta mil homens liderada pelos norte-americanos e predominantemente constituída por britânicos, aproveitando o coma induzido da ex-União Soviética. Hoje, bem ou mal, a Rússia de Vladimir Putin serve de respaldo à Síria e ao Daesh. E, em vez de mísseis de cruzeiro Tomahawk, há drones. O mundo, apesar de tudo, evolui.

Etiquetas: