Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

23.9.16

Bibliofilia: "O Advogado Mafioso" (2015)


[ 123 ] John Grisham, O Advogado Mafioso (2015), Bertrand Editora, 1.ª edição, Julho 2016 (pp. 349). Talvez a personagem mais interessante criada pelo autor, decididamente a mais heterodoxa, ousada e extravagante; mas com um sentido de justiça dentro do método de quem não olha a meios para alcançar os fins. Se os métodos de Sebastian Rudd não são os mais legais, éticos e legítimos, os seus propósitos são imaculados. O resultado final é, ponderado os prós e contras, justo. Esta personagem permitiu a Grisham aproveitar-se das lacunas e da perversidade do sistema judicial norte-americano que é criticado ao longo de todas as sua obras de já quase trinta livros. Anualmente, aparece um "novo Grisham", em Portugal, do ano transacto, em meados de Outubro, na rentrée, com excepções — como neste caso, que surge em Julho. José Maria Martins seria mais apropriado para a tradução do título original Rogue Lawyer.

Etiquetas: