Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

30.10.16

Ipsis dixit: «Pro captu lectoris habent sua fata libelli»* (211)

 

*«Os livros têm o seu destino de acordo com o poder de compreensão do leitor»
Terentianus Maurus (séc II/III d.C.)

"Se eu quisesse encomendar um anel para mim, escolhê-lo-ia com esta inscrição: 'nada passa'. Acredito que nada passa sem deixar vestígios e que cada passo nosso, por pequenino que seja, tem importância para o presente e para o futuro." (p. 290)

Anton Tchékhov, «A Minha Vida», Contos de TchékhovVolume V

Etiquetas: