Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XI

17.4.17

Momentum: "Carpe diem" (1 300)


Poucas coisas dão uma absoluta sensação de dever cumprido do que o acto de ter concluído a leitura de um livro. Sobretudo quando é feito em tempo útil. Da primeira à última página. Sem pausas. De rajada. Por outro lado, a sensação de procrastinar o começo da leitura de um livro, para adiar e guardar um momento de puro prazer, também é em si extraordinário. São coisas simples, numa época de pouca glória e de muita fama e popularidade.

Etiquetas: