Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XII

12.5.18

Cinefilia: "A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata de Guernsey" (2018)

[ 88 ] Uma escritora sem grande sucesso, Juliet Ashton (Lily James de, p. ex., Downton Abbey), com um terrível pseudónimo, começa a corresponder-se com um criador de porcos da Ilha de Guernsey, sobre a obra do escritor Charles Lamb (1775 -1834) depois de descobrir a morada da jovem escritora num exemplar. É através dessa correspondência que toma conhecimento da origem da "Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata", numa época, durante a Segunda Guerra Mundial, onde o recolher obrigatório imperava em Guernsey. A história é muito mais densa do que o título aparenta. E é na tentativa de obter o acordo dos membros da sociedade literária para escrever um artigo para o suplemento literário do jornal The Times que se lhe revela, alterando profundamente a sua vida. Comovente, com paisagens cinematográficas, um excelente elenco e óptimas interpretações, o realizador Mike Newell, de Four Weddings and a Funeral (1994), fez um bom trabalho neste The Guernsey Literary and Potatoe Peel Pie Society (2018) adaptado do livro com o mesmo nome.

Etiquetas: