Quem Ousa, Vence!

"Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade" Henry Thoreau (1817 - 1862) Ano XII

25.11.18

Momentum: "Carpe Diem" (1 328)



As tragédias que com maior frequência se abatem sobre Portugal não parecem desanimar o povo na sua constante busca de "pão e circo". Depois dos terríveis e devastadores incêndios do ano passado que provocaram a mortandade conhecida pela incúria e incompetência de quem nos governa e a irresponsabilidade de ter uma estreita faixa de rodagem, a que chamam estrada, rodeada de abismos de setenta metros de profundidade que são as pedreiras de Borba ou de outro lado qualquer, compensam com as grandes realizações da WebSummit ou Lisboa a inaugurar os dois milhões de luzes de Natal com fogo-de-artíficio no Terreiro do Paço. Isto no fundo não passa de uma favela com um Ferrari estacionado à porta com postigo.

Etiquetas: